O que comer

A culinária russa é cheia de costumes. Nos domingos de verão em muitas famílias preparam uma mesa ao ar livre no quintal da casa de campo e como de costume, neste dia almoçam juntos, família e convidados. Muita fartura e brindes durante as refeições. Primeiro é servido apenas salada de vários tipos, verdes e com lascas de frango e queijo ralado, seguidas de sopa e pão caseiro. Depois, as bebidas: vinhos, água, sucos e aí sim o prato principal. Ele normalmente é carne, que pode ser de peixe, de frango, de coelho, bovina e suína, etc. Os acompanhamentos normalmente são: batatas, tomates assados com queijo e berinjela a milanesa.

Não são muito adeptos do arroz e feijão é óbvio, mas em algumas saladas frias, há feijão.  As sobremesas dispensam comentários, todas além de bonitas e chamativas, maravilhosas e as melhores são os mouses de chocolate e as tortas de Fruta. Em São Petersburgo quase todo restaurante tem comida japonesa. Chá e café são oferecidos a toda hora, nos escritórios e até mesmo nas casas.

Em centenas de cafés e restaurantes da cidade pode-se comer o que quiser e experimentar um cardápio diferente e variado. Especialidades vindas de regiões distantes, de outros climas e culturas étnicas da Federação Russa, são oferecidas aqui.

Os pratos que vocês devem provar

Borsch é uma sopa tradicional russa. A sopa é normalmente preparada com beterraba, que lhe dá uma forte coloração vermelha. Outros ingredientes são o repolho, cenoura, pepino, batata, cebola, tomate, cogumelo e carne, às vezes feijão.O prato é servido com nata (creme de leite) e batatas cozidas, ou kascha, uma mingau de trigo sarraceno. O borsch pode ser preparado de diversas maneiras. As duas variantes principais do borsch, no entato, são conhecidas genericamente como borsch quente e borsch frio. Ambas têm como base a beterraba, porém são preparadas e servidas de maneiras diferentes.

Aperitivos

Beber vodka é mais do que um costume russo. O processo de consumir vodka faz parte da  cultura multissecular. Os russos revelam com muito prazer aos representantes das outras culturas todos os secretos do ritual da bebida de vodka.Esse produto liquido é muito utilizado como aperitivo e como digestivo em quantidades muito pequenas, servida em copos tipo “shot” antes ou depois das refeições. Depois de cada dose, o ideal seria quebrar o sabor da bebida alcoólica com um petisquinho.Na Rússia existe uma enorme variedade desses aperitivos conhecidos como «zakuska».

Zakuska em russo significa tira-gosto, aperitivo, acepipe. Os aperitivos servidos nos restaurantes ou durante os luxuosos banquetes das festas russas que sempre se celebram à volta de uma mesa farta são diferentes dos petisquinhos oferecidos em casas dos moradores típicos da região.

São os pratos frios, salgados e picantes que podem ser aperitivos ou préludio de um almoço. A tradição de servir os tira-gostos antes da comuda sirgiu na Rússia há muito tempo atrás. O nosso clima rigoroso obrigou os homens a ter em casa as reservas variadas como garantia da sua sobrevivência. Além disso, em um país que já presenciou a fome por diversas vezes, sempre vale a pena pensar no futuro, especialmente quando o clima é quente e a comida, abundante.

Por isso no verão os russos preparam várias conservas de legumes e frutas para inverno frio e longo. A época de plantação  e de vegetação na região de São Petersburgo é curta demais. Os russos aproveitam dela e cultivam nas suas hortas privadas pepenos, tomanes, abobóras, abobrinhas e tudo que pode crescer nessas condiçoes climáticas. Recolhe cogumelos mas florestas abundantes. O problema é que, uma vez colhidos, legumes e cogumelos apodrecem muito rápido. A conserva é, portanto, uma solução prática para preservá-los por mais tempo e resolver esse problema.

pelmeniPelmeni Na linguagem dos habitantes komis dos Montes Urais, a palavra “pel’meni” significa “orelha de pão”, em virtude de seu formato semelhante ao de uma orelha. Consiste num recheio de carne picada, envolvido por uma massa fina, feita de farinha e ovos, com leite ou água, resultando em pequenos pastéis com cerca de 2-3 cm de diâmetro e forma mais ou menos esférica. A carne pode ser de porco, ovelha, vaca ou qualquer outro tipo, podendo ser usada uma mistura de várias carnes. A receita tradicional exige 55% de bovino e 45% de porco para o recheio. Com frequência, são adicionadas especiarias, tais como a pimenta, e cebolas ao recheio.Acompanha com smetana (o creme de leite azedo, tradicional na Rússia),natas, manteiga derretida, pimenta e molhos variados. Muito gostoso, também, com caviar.

Na Rússia existe uma tradição de fazer um  “PELMENI feliz.” Um bolinho é prepardo com algum recheio incomum: moeda, pimenta, massa crua. Encotrar e comer um pelmeni feliz pode ter vários significados.  Comer um bolinho com pimenta dentro – para um amor em um futuro próximo. Com ervas – para dinheiro. Com  açúcar – a um ano fácil bem sucedido, com uma moeda – para riqueza.

Os pratos preparados com massaTambém populares são as refeições preparadas com massa, como tortas. Pirozhkí e Pirogui (empanadas) são o melhor da cozinha russa. Empanadas podem ser recheadas com repolho, carne, peixe, batatas, marmelada de limão, queijo branco, damascos e outras coisas.

Há também “Pirozhkí” – bolinhos com recheios diversos. Existem muitos tipos e “Vatrushka” (uma rodada de bolinho de massa, queijo, doce (“tvórog” em russo) ou geléia. Existem muitos tipos de massas para o chá,bolos e doces.

Os famosos “Blini” (panquecas) são muito populares em São Petersburgo, pode-se dizer que são uma alternativa para os hambúrgueres e sanduíches de outros lugares. Blini é um prato popular, muito tradicional e antigo da Rússia, está relacionada com muitas tradições e festivais. Os blinis são servidos com manteiga, Smetana, mel, caviar vermelho e preto ou com recheios diversos, carne de frango, presunto, queijo, batata, cogumelos, ricota (doce), maçã, morango, ou misturas de vários ingredientes.

 

 

Caviar russo: existem 2 tipos de caviar: vermelho (salmão) e preto (beluga, esturjão, sevruga – vem do Mar Cáspio). Caviar negro, o beluga é mais valioso (lata azul), e também o mais caro, O caviar vermelho não é caro e pratos são servidos com ele em muitos lugares. Normalmente, são servidos os “blini” com caviar. Em casa, a forma mais popular de comer caviar russo é colocado em cima de uma fina fatia de pão branco, manteiga, ou com “blinis”. Também, por vezes, põem-se um ovo cozido, cortado ao meio .

As bebidas tradicionais

O chá, tomado a qualquer hora do dia, geralmente chá preto com açúcar e limão, sempre quente. Ultimamente a moda é também chá verde, chá de frutas, etc. Há uma tradição de chá (este ritual é chamado Chaepítie e “Tchai”). O chá é geralmente associado com todos os tipos de doces, bolos, tortas, chocolates. Se você é convidado a um “Chaepitie”, costuma-se trazer algo para acompanhar a festa.Os russos tomam chá várias vezes por dia, especialmente durante seus longos invernos, período onde as pessoas ficam mais tempo reclusas em suas residências e em outros locais fechados. É como lei: depois de alguma refeição, se não há um chá com um doce acompanhando, algo está errado A cerimônia de tomar o chá é uma forma de aproximar as pessoas, um momento de interação e uma atmosfera de intimidade.

Rússia possui utensílios um tanto exclusivos para o preparo do chá. Especialmente para a ceremónia russa de chá foi inventado o samovar.  É um reservatório de metal que serve para armazenar e esquentar a água. Alguns deles comportam o suficiente para 40 doses! Os russos preparavam um concentrado com o chá escolhido, que era colocado diretamente na xícara, onde recebia a água quente.Tem uma ou várias torneiras na parte inferior e na qual se coloca a água, e de um tubo cilíndrico onde se colocam brasas acesas para fervê-la. O ritual do consumo de chá se centra no samovar. Na hora de servi-lo, o utensílio é colocado no centro da mesa. Do seu lado, se coloca um bule em que se prepara uma infusão forte. Cada convidado despeja a quantidade de infusão desejada em sua xícara e adiciona a água quente do samovar.

Atualmente não é muito comum tomar chá usando um Samovar. Prererimos as chaleiras elétricas para esquentar agua. Não obstante, quando queremos lembrar os belos tempos passados ou desejamos criar uma atmósfera de hospitalidade em casa colocamos um samovar na mesa e começamos uma ceremónia de chá. O samovar ajuda a manter as tradições, atribuir um ar exótico ao ritual de consumo de chá no país e cria uma atmosfera única de lar russo. De acordo com as regras do ritual tradicional russo, o samovar com um bule no seu topo ocupa um lugar central da mesa coberta com uma toalha de renda, onde também são colocados doces e salgados diferenciados, tais como queques de mel, rosquinhas, pãezinhos doces, bombons, açúcar em cubos, assim como xícaras e pires fundos usados pela população da Rússia antiga.Dizem que Rússia sem samovar já não é Rússia. Assim, se você não tem medo de passar o limite permitido da sua mala, compre um verdadeiro samovar russo na Rússia. Agora há versões decorativas  que servem como elementos do enfeita da cozinha ou do salão. Há variantes elétricas que se usam como uma chaleira normal.