Peterhof

Peterhof, “Versailles russo”. Jardins e Palácio Grande do Pedro I

É uma luxuosa residência de verão dos czares russos. Os czares da Rússia tinham muitos palácios de verão, cada czar construiu pelo menos um para deixar alguma memória na história sobre ele. Muitos agora são museus e eu recomendaria ver vários deles, mas se voce tem 1 dia somente  para ver algo nos subúrbios de São Petersburgo; venha para Perterhof.É um conjunto que tem mais de 200 hectares do jardim e mais de 20 museus diferentes no seu território. Peterhof foi fundado por Pedro I, o fundador de São Petersburgo, para provocar inveja aos  franceses ao construir o nosso variante do famoso Versailles francês. O czar Pedro contratou os melhores arquitetos, engenheiros e  jardineiros de toda Europa. Ele mesmo era autor e inventor do único sistema de abastecimento de água para as fontes. Este sistema funciona até hoje  e não precisa de eletricidade, nem de  bombas. As fontes ficam ligadas o dia inteiro, das  10h30 até às 18h00, no período de maio até outubro. A abertura é sempre acompanhada por  música e o processo de fechamento também, com o hino de Peterhof. A residência encontra-se na costa do Mar Báltico,e tem uma vista maravilhosa. A sugestão é chegar a Peterhof de manhã,  visitar o Palácio Grande, a obra do arquiteto italiano Rastrelli e depois fazer uma volta sem pressa pelo jardim, olhando as fontes, escutando o barulho da água.

Não deixe de entrar em alguns pequenos museus que ficam no território do Parque. Monplaisir

O Pavilhão Monplaisir foi o primeiro pavilhão construído por Pedro, o Grande no parque de Peterhof. Era aqui que o Pedro tinha o seu Estúdio Marítimo São Petersburgo. Aqui se reúne uma parte da rica colecção de arte que Pedro, o Grande foi adquirindo durante as suas viagens ao estrangeiro. Museu “Casa dos Banhos”, que consiste em vários construções de diferentes épocas um andar, oferece uma excelente oportunidade de ver a vida diaria da corte imperial russa e revela os segredos da sauna russa.